A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS), localizada no estado do Pará, foi criada em 11 de maio de 1988, pela Lei de nº 5457, quando era intitulada Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (SECTAM). Em  30 de julho de 2007, pela Lei de nº 7026, foi desmembrada da Ciência e Tecnologia, passando a ter a denominação atual. Os principais objetivos estratégicos incluem: garantir o armazenamento, a segurança, a acessibilidade e a recuperação das informações e documentos da Secretaria, implementar a infra-estrutura e apoio logístico da SEMAS, qualificação profissional dos servidores, gestão orçamentária e financeira transparente do Fundo Estadual de Meio Ambiente, preservação da diversidade biológica e uso sustentável de seus componentes e a repartição justa e equitativa dos benefícios derivados de utilização dos recursos naturais, assim como a conservação dos ecossistemas no Estado do Pará. Além disso, promove o uso sustentável dos recursos naturais, garantindo a proteção da biodiversidade e dos espaços territoriais, regulando e normatizando os procedimentos de licenciamento ambiental e desenvolvendo mecanismos efetivos de fiscalização das atividades de degradação ambiental e da recuperação das áreas desmatadas.

Dentre os portais e sistemas que a SEMAS oferece estão o Sistema de Monitoramento e Licenciamento Ambiental público e técnico (SIMLAM), o Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (SISFLORA), Sistema de Cadastro Ambiental Rural (CAR), Programa de Regularização Ambiental (PRA) e outros sistemas de monitoramento. Além disso, na plataforma digital da Secretaria, pode-se efetuar alguns serviços destinados a boletos, consultas e agendamentos, entre eles uma consulta de tabelas de atividades de licenciamento e taxas, emissão de documentos de arrecadação estadual, checklist do CAR, contatos e requerimentos padrões de licenciamento.

A SEMAS desenvolve diversos projetos ambientais com parcerias de outras instituições, como cursos para capacitação de fiscais ambientais, Planos de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), cadastramentos de imóveis rurais em regiões paraenses, reformas nos processos de licenciamento, projetos de gestão ambiental e combate ao desmatamento. A principal missão do órgão é promover a gestão ambiental integrada, compartilhada e eficiente, que seja compatível com o desenvolvimento sustentável, assegurando a preservação, a conservação do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida.